domingo, 25 de junho de 2017

Pessoas da nuvem cinza

Eu preciso falar sobre algo real, é um complô, um movimento que surgiu por pessoas perdidas para convencer elas mesmas e a outros de que sentir um vazio existencial  é legal e bom, que não se sentir amada ou se sentir constantemente sujo e enganado é divertido, mas não é. Eu não sei dizer quem começou com isso, talvez seja milenar, a ideia de que se alguém quebra seu coração você não precisa de ninguém ou pode ter todos ao mesmo tempo. Desde minhas primeiras festas e paixões eu ouço a celebre frase "pegue e não se apegue" mas eu queria entender por que não se apegar? Milhares de pessoas publicam diariamente nas redes sociais o quão maravilhoso é estar solteiro(a) e como sair toda a noite sem compromisso é libertador, como eles odiariam estar "amarrados" a alguém e que são muitos complexos ou problemáticos para entrarem em um relacionamento, e seus discursos são tão bem ensaiados que parece claro e obvio o direito que tem de serem solteiros felizes e curtirem suas vidas, ninguém pode chegar e dizer "Você precisa estar com alguém para estar feliz!" porque claro que isso não é verdade como também não é verdade essa felicidade que exprimem em serem sós, pois muitas das pessoas desse movimento não estão felizes consigo mesmos.
Um exemplo: Você sai sábado a noite e tem uma noite incrivelmente louca e divertida e depois no dia seguinte você vai pra casa, toma um banho, faz um chá, assiste um filme, vai tirar um cochilo, tira um dia de spa caseiro, ouve suas musicas vê o que tem pra fazer na segunda e se alguém te manda fotos da festa você ri, se diverte com as lembranças ou com a falta delas, comenta com os amigos que estavam na festa e se sente bem com as lembranças que fez com tal ou tal pessoa, isso é saudável, você foi se divertiu e depois conseguiu aproveitar um tempo sozinho, estar solteiro significa mais tempo você com você mesmo e isso não pode te incomodar, isso se torna prazeroso. E então há o outro tipo, você sai sábado a noite e tem uma noite incrivelmente louca e divertida e depois no dia seguinte você vai pra casa, toma banho e tira foto de roxos espalhados pelo seu corpo para mandar para amigos da festa e outro que não tem nada a ver com isso e nem querem saber, então você abre o facebook procurando por fotos que podem já ter saído só pra comentar "meu deus apaga isso!" "eu não lembro disso!" em fotos que você nem foi marcada e caso não tenha nenhuma você atualiza seu status para "essa noite foi louca" há uma necessidade dentro de você de sair contando da noite para qualquer um que não estivesse nela e comentando quantos pegou ou como se apaixonou por aquela pessoa, só que ela ou ele nunca mais vai te ligar e você já sabendo disso está esperando ele não ligar pra dizer como foi trouxa em esperar, há em você um comichão que te impede de ficar sozinha você precisa correr para falar com alguém, não consegue aguentar o domingo e não tem nada a ver com a eminente segunda, tem a ver com o fato de não conseguir lidar com a solidão, você se abandonou e procura o conforto e tudo que só vai te deteriorar mais e mais.
Há um buraco nessas pessoas e elas são 90% do grupo que adora dizer como está solteiro e como namorar é SEMPRE ruim, como não se pode confiar nas pessoas e não ter compromisso é tão melhor, mas não se sentem assim, essas pessoas não tem um comprometimento com elas mesmas, elas não se amam e ai acham impossível amar mais alguém, elas gostam de postar coisas sobre sexo e bebidas mas tem medo do que essas coisas podem fazer com elas, as vezes é até mesmo um pedido de socorro, porque a verdade é essa, a maioria das pessoas que prega a vida de solteiro e como namorar é horrível quer alguém que os ame, quer sentir o verdadeiro amor, quer que alguém os note e que não os trate de forma rude ou descartável, mas não percebem que eles mesmos escrevem em suas testas que estão de passagem, gostam de deixar claro que não querem envolvimento, pessoas que não se entregam, não se amam e então reclamam de relacionamentos, dizem que é melhor mesmo estar solteiro e então sentir esse vazio, esse buraco que lhes consome mais e mais e que tentam completar com bebidas e com pessoas que também tem "de passagem" tatuado na testa, mas o amor é lindo e merece seu reconhecimento, relacionamentos podem sim serem maravilhosos, sem mentiras, sem drama, sem medo, sem mesquinharia, sem esse câncer que pessoas inseguras e sem a segurança proporcionada pelo amor próprio trazem a qualquer tentativa de relacionamento; Então eu imploro que tentem, que deixem de lado tudo isso de ruim, essa nuvem negra que paira sobre suas cabeças e se joguem na felicidade e no amor seja ele da maneira que for e tentem com força para que as coisas deem certo, aprendam a se amar, a conviver consigo mesmo, tentem ficar de bem com vocês mesmos, porque não há como fugir de um relacionamento e negá-los só fará mais mal a vocês.

- Mari

Nenhum comentário: