segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Sem Título






  O jeito como você me olha me irrita, o modo como você me provoca e me causa ciumes me faz querer te bater, o jeito como parecemos juntos, o jeito que eu te olho como se esperasse algo de você, e você com a sua tipica frase "Você tem mais de mim que qualquer um" me deixa louca, pensar em você me deixa distraída e me irrita em gênero, numero e grau. O que todos me dizem me deixa mais brava que tudo e não é medo juro que não é... é que eu tenho um coração, e ele ainda é de alguém, alguém que não vai voltar pra buscá-lo, então me diga o que você quer de mim e pare de flertar por favor, porque meu pobre amigo não está inteiro, ele volta tão aos poucos que se você for pegá-lo... Eu não sei o que eu faço, eu devo ser sua? E se não der certo? E se você se magoar? E a todos os outros a quem neguei? Como pode ser você? Só por que quando você me abraça eu me sinto como se não precisasse do mundo, porque se isso for amor eu amo você, e se for isso o que eu faço? Eu nem te conheço direito, eu não quero amar você, não posso, eu amo alguém, alguém que um dia vai voltar pra mim, alguém por quem eu trocaria qualquer um e não posso te dar essa chance, não posso fazer isso com você, comigo... com ele, devo eu parar de te abraçar e controlar meu ciumes doentio? Devo eu me afastar e desistir? Eu estou caindo, caindo numa armadilha e não sei de quem.
  Você é tão especial pra mim e se for acontecer tudo o que acontece com os outros... Como eu te deixarei? Eu vou enlouquecer! Por favor faça isso parar, por favor alguém me diga o que eu faço, eu não sei o que fazer ou o que te dizer... Essa musica não é sua, seus lábios macios estão me conquistando, essa história não é sua, seu sorriso é acolhedor, não quero envolver você na minha tristeza, eu não lembro meu nome quando você me abraça, eu não posso, não posso esquecer dele, não posso ser de outro... O que eu faço de nós?

Meg