terça-feira, 4 de julho de 2017

Ganha quem tem coragem de perder



Acredito que todo mundo já pensou "E se eu tivesse dias de vida? Semanas? Meses!" e com certeza começou a resposta com "eu iria fazer tudo que sempre quis fazer" seja viajar, comer tudo que quisesse, iria rir, se divertir, falaria a verdade para as pessoas, sairia daquele emprego horroroso onde só te diminuem, fazer tudo que sempre quis fazer... Mas isso me fez pensar, por que temos que esperar a morte para fazer o que queremos? O que te impede de ser feliz e o que te faz pensar que morrer é alguma forma de "salvação" caso tudo dê errado? Nós estamos vivos e não precisamos estar a beira da morte para aproveitar isso, precisamos nos arriscar mesmo que isso signifique ter que lidar com as consequências, saber que se esta vivo deveria nos fazer arriscar tudo o tempo todo e isso não significa viver no limite, significa viver apenas, intensamente, fazer do presente o melhor presente e estar feliz por estar vivo, é guardar dinheiro para viajar e viajar, é comer tudo que quiser mesmo que isso signifique ter que fazer exercícios depois pra gastar tudo aquilo, é sair sim daquele emprego horroroso porque eu tenho certeza que você consegue algo melhor que vai te fazer feliz, viver precisa ser mais do que apenas existir e não é preciso necessariamente pular de Bungee Jumping todo dia, enfrentar dificuldades, falar o que pensa, ter coragem de falar, de demonstrar seus sentimentos, de se expor isso já é viver intensamente, não aceitar que alguém te diminua, não aceitar menos do que você merece como ser humano é viver, beijar apaixonadamente, rir alto sem ligar para a sua risada estranha, isso é viver, se divertir e rir de qualquer piada boba; ganha quem tem coragem de perder, se lembre disso, e a coragem não é a ausência do medo e sim a certeza de que algo é mais importante que ele então não tenha medo das consequências porque elas são parte fundamental da vida e lidar com elas vai te fazer uma pessoa sensacional, não espere se arrepender de algo que não fez, eu te imploro, viva. Assim quando chegar a hora de dizer o que faria se tivesse pouco tempo de vida você possa dizer que continuaria vivendo como vive, linda e intensamente dia após dia e no leito de morte você possa rir dos erros e tropeços e se orgulhar de ter aprendido com eles, possa se orgulhar de ter vivido tudo o que quis e apenas esboçar tristeza por partir antes de poder se aventura mais nessa vida que pode ser maravilhosa e se mostrar incrivelmente linda, apenas se você deixar.

Megan Monteiro