domingo, 7 de agosto de 2016

Parents



Você me deu uma missão, e eu vim cumprir, e eu realmente achei que podia, achei que estava pronta pra isso, mas então decidi que o melhor jeito das coisas melhorarem era se eu não me metesse, se eu ficasse longe e deixasse que as coisas acontecessem, bom... As coisas rolaram ladeira a baixo e me sinto tão culpada, culpada porque não consegui que as coisas fossem bem, fossem perfeitas. Talvez eles só estivessem juntos para que eu viesse, talvez eu não tenha nada a ver com salvá-los, mas eu preciso, eles são meus pais, são tudo pra mim, tudo que sempre tive e não consigo suportar essa situação, tudo  parece manchado, despedaçado, não parece congelado, mas sim derretido, parece que tudo foi soprado com uma simples lufada sendo tão delicado voou rápido e parece que tudo foi feito de um jeito tão errado, tão sem medida, tão esquisito... Eu preciso da Sua ajuda, Você precisa me dizer o que fazer porque eu não tenho noção nenhuma, vou tentar usar meus jeitos, minha fala, o que eu conheço do amor e do mundo, mas e se não for o suficiente? Você me colocou nessa, eu sou seu soldado, mas largo minhas missões e renuncio ao meu posto se eu não for capaz de ajudar as pessoas mais próximas a mim, porque como serei capaz de ajudar alguém distante se não consigo nem ajudar à meus pais? Então esse é o nosso acordo, eu trabalho com Você e você me guia, me diz o que eu preciso fazer para salvá-los, você não vai me abandonar dessa vez ou eu tomarei medidas drásticas, você entendeu? Não me importam seus planos, seus anjos, seu povo, me importam os meus pais, os meus amigos e esse sentimento é algo que você nunca vai entender, o que é ser um ser humano e se importar com as pessoas.


- Monteiro.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Não sei


Na verdade eu não sei muito bem o porque estou escrevendo, eu sempre escrevo o que tem me incomodado no coração, e no momento tem tanta coisa que eu não sei direito porque eu choro, a verdade é que estou em uma das minhas piores crises de depressão e eu não sei se isso é cíclico ou só mais uma fase, eu nunca sei se ela chega pra ficar ou se vai embora no dia seguinte, bom... Ela não foi embora ontem ou antes de ontem e eu não sei direito me explicar, não sei direito se ela me incomoda tanto quanto incomodam os problemas médicos que eu estou tendo e o medo de engravidar ou chegar em casa e meus pais brigarem, eu não sei o que me da mais medo, mais solidão, mais tristeza. Para esclarecer meu pai não fez nada de errado, nada mesmo, mas ele é impossível e minha mãe tão sensível que me faz pensar que só estão juntos por mim, eu tenho medo medo porque eles são tudo pra mim, tao tudo o que eu sou e eu só queria que eles percebessem o quão importante a família é, eu só quero o bem deles, só quero que fiquem bem e sejam felizes, meu pai é tão solto, tão boêmio tão bem sozinho e sei que herdei certas coisas dele, sua auto confiança por exemplo e minha mãe é tão livre, uma alma tão linda, mas a questão aqui é que a alma dele machuca a alma dela e assistir isso dói, ele é tão direto, tão simples que todos os dedos e cuidados que ela precisa são ignorados e isso machuca quem ela é e então ela o machuca sendo como é, eu sei que tudo isso foi um acontecimento e que ele volta em dois dias, mas isso parece tão feio, tão difícil... Mesmo assim não sei dizer se é só isso que doí... Eu estou machucada, eu estou depressiva, estou tão cansada da minha vida, tão cansada de ter que tomar conta de tudo de ter que fazer pontes, de SER pontes, eu estou tão cansada de existir que eu desejaria nunca ter pensado em existir porque assim eu não desapontaria ninguém, eu não machucaria ninguém com a minha morte porque ninguém nunca teria me conhecido e eu acho que isso é o que mais me dói e não ter meus pais comigo depois de tudo que tenho trabalhado para te-los só dói mais, eu não posso dividir com ninguém o quão grande é a minha dor, o quanto estou magoada e machucada com e pelo o mundo eu só queria chegar em casa e poder ter um pouco de sossego pra parar de pensar que a minha existência é inútil, pra parar de querer morrer e ao mesmo tempo ter tanto medo,  eu só queria parar de chorar,  não posso aceitar que esta acontecendo de novo, não posso lidar com isso dessa vez.

Meg.