segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Ano novo



Esse foi um ano que passou rápido, em termos. E mais uma vez, mudei, mudamos, mudamos o tempo todos, mas só no final do dia é que vimos o quanto mudamos, muitas coisas vieram e se foram, e a lembrança e os sonhos foram a unica coisa que nos restaram, junto com as pessoas que nunca vão nos deixar. Muitas coisas se perderam, muitos se acharam, mas não há problema por que temos mais um ano vindo, e depois mais um e mais um, então não importa o que você não conseguiu fazer nesse ano, dá pra fazer no próximo, não importa o que aconteceu nesse ano, podemos fazer do próximo bem melhor. Os medos agora postos de lado, as alegrias agora maiores do que as de antes, porque tudo pode melhorar, como disse uma vez a uma amiga, se você quer pular, pule, você não tem nada a perder, dores passam, basta você escolher se quer viver, ou deixar a vida passar, sonhe, sonhe muito, por que não há nada melhor do que sonhar, e aproveite tudo que puder, divirta-se, e se alguém lhe oferecer a face ruim do mundo, aceite-a e mostre-lhe a face boa, ela sempre vencerá. Feliz Ano Novo caro leitor, espero que sonhe muito, que seja feliz, que viva como se não houvesse amanha, e aprenda da vida como se vivesse pra sempre!

By: Meg

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

É Natal!



Sei que ando meio distante, atarefada e agora, finalmente, aproveitando minhas férias, sei que meus textos sumiram e prometo que voltaram, desejo a todos meus seguidores e a todos que lêem essas palavras desconexas quem saem não da cabeça, mas do coração. Um Natal iluminado, cheio de comilança e felicidade!

By: Tia Meg. ^-^

sábado, 22 de dezembro de 2012

Problema com sobrenome

    


   Eu não queria escrever sobre você, porque eu só escrevo coisas importantes aqui, mas você tem sido um problema com sobrenome, eu sabia que você se tornaria um a partir do momento que me beijou, sabia que por mais que eu tentasse e quisesse nunca me controlaria. Como se fosse pra me provocar você me segurava sempre, me beijava e elogiava e naqueles momentos a sós, sabia que era verdade entre tantas brincadeiras. Eu fui ingênua de duvidar que você afinal não fosse um problema, que talvez fosse a solução para Miguel, eu realmente achei... Surgiram tantas chances, tantos convites da sua parte e nenhum deles eu pude aceitar, você sabia que não era possível, mas eu estava disposta a tentar, estava mesmo disposta, até que veio aquela festa (onde você ficou chocado por eu não ir) eu soube que você mirou em outra... Outra amiga minha, e foi então que eu soube que nunca seria meu, seria apenas mais um problema passageiro, e eu tive certeza que iria te esquecer. Ela me conta tudo, cada detalhe e sei que você quer com ela o que nunca lhe passou pela cabeça ter comigo. Agora você diz que eu sou a amiga mais especial que você já teve, e nunca mostra carinho por ela na minha frente, e nem carinho por mim na frente dela, você ainda está me confundindo e me dando esperanças infrutíferas de correr atrás de você, de te ter, mas isso está errado. Você está correndo atrás dela e eu estou posso correr atrás de você, mas quem vai correr atrás de mim? É por isso que não tento, é por isso, e pelo fato de saber que é você quem tem que correr atrás de mim, que eu não vou me mover. E mesmo que pense em você a cada segundo, isso vai parar. E só não precisava que você ficasse com ela, sei que vai cansar e largá-la, mas eu não me intrometerei mais, não posso ajudar mais um casal as custas do meu incomodo. Acho que só escrevi isso para dizer que ainda te quero... Ou pra dizer que te quero mesmo, porque não te disse, acho que só escrevi pra você meu problema com sobrenome, porque você ainda me irrita.

By: Megan.

sábado, 1 de dezembro de 2012

Não faz isso





Estou tentando me afastar, porque, não é nem preciso as outras pessoas dizerem que você não presta, eu posso ver com meus próprios olhos, mas cada vez que você me pega pela cintura, cada vez que fala baixo no meu ouvido, ou sorri de lado sei que já perdi o controle. Me odeio por querer mais e mais a cada toque, por ficar aguada quando você se afasta e por sentir o coração acelerar quando você sorri. Cada pedaço do meu corpo queima aonde você toca, e meu sorriso disfarça meu descontrole. Estou ficando cada vez mais louca, e o fato de você me ignorar semana sim semana não me deixa consternada. Não consigo decidir se você gosta desse meu jeito ou não e isso também me frustra, você está me deixando maluca e cada vez mais acesa, eu não sei o que fazer, algo dentro de mim implora por você, a outra quer te ver morto...