sábado, 29 de janeiro de 2011

Meu adeus não é pra sempre



Minhas férias vem se superando a cada ano, mostrando-se melhor, mais divertidas, a cada ano me mostrando mais e mais daquilo que imaginei não existir, a amizade de verdade, como as dos filmes, mas acreditem ela existe! E cada vez que me vejo aqui, me sinto quase completa, quase... Mas, como é injusto esse mundo! Nada dura pra sempre, agora encostada na minha janela, penso, como passou rápido, como não durou, como foi incrível, amigas, sol, livros, as melhores? Não... As piores? Nem de longe, mas as mais incríveis até agora, com certeza. Até agora, pois tenho total confiança que ano que vem vai ser melhor e depois ainda melhor e assim sucessivamente, agora é hora de acordar dos sonhos, hora de levantar lavar o rosto e seguir, as férias acabaram e as responsabilidades voltam, chega a ser surreal a mim, dizer adeus, e esperar um ano se passar, para poder voltar. A vida sabe ser injusta, mas confio totalmente nela, a parte que mais me dói é essa, não gosto de despedidas, então resolvi que mesmo tendo de dizer adeus, não é pra sempre, voltarei correndo a vocês todos dai, e voltaremos a ter tudo de novo, voltarei ao sol, as risadas, ao amor dos amigos, e de tudo que deixo pra trás,prometo...

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Diario

Dia 3 - 21:31 p.m.


 Estou totalmente sem ideias, para posts, o que eu faço, preciso escrever pelo bem da minha sanidade, mas o que, talvez um poema sobre o mundo? Não... Penso, penso, no que escrever, um poema de amor? De dor? Ou de você?


A coisa que mais necessito:
         
        - Amor

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Sou assim





   Deslocada, excluida, a menina que todos conhecem e mesmo assim não estenderiam a mão para pega-lá se caisse, a menina quieta que lê muitos livros e que ama coisas banais da vida como o por do sol, e café. Todos falam sobre ela, todos a olham torto, mas falam com ela e a surprendem quando lhe desejam um bom dia , mas claro, quem é ela? É apenas uma garota ai, é só isso e mais nada. Eu não ligo mais para o que os outros dizem, já liguei, já chorei por isso. Agradeço a todos que fizeram isso comigo, mas que chega por agora pois, isso ajudou a me fortalecer, mas por mais que eu não ligue pra vocês, acho que isso ainda é ruim, a outros, vocês não ligam não é? Agora se cairem ajudarei, se pedirem ajudarei, mas essa menina estranha e louca, irá partir, seguir seu caminho, suas ruas procurando seus amores, evitando seus ódios, vencendo seus medos e se importado apenas com algumas coisas, que por mais estranho que possa parecer, contradiz tudo o que disse, como o mundo, os leitores e você.


By: Meg

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Eu te esperei





  Sentada no piso elevado da rodoviaria te espero, vamos fugir como em Romeu e Julieta, já deu 6 horas, a hora de você aparecer... Estou te esperando, nossas familias são um saco, vamos ficar juntos, longe, podemos até nos casar! Um dia, quem sabe, nossos parentes saibam sobre nós, mas ai já vai ser tarde. Você ainda não chegou, mas não tem problema, te espero, as horas passam e você não vem, começo a ficar preocupada, talvez tenham te prendido em casa, ou você esteja mal. Ligo pro seu celular, ninguém atende, você já vai chegar, tenho certeza, então fico lá, te esperando. Mal sabendo que você nunca viria, te esperei...

By: Meg

domingo, 23 de janeiro de 2011

Melissa


 Espero que gostem!

---------------------------------***********************------------------------

Juliet

   Aulas chatas e tudo o que eu já vi e já vivi, revisto mais de mil vezes. Bom não ah nada que se possa fazer, eu acho a escola até legal afinal o que é a eternidade sem algo o que fazer? Quanto a minha nova diversão resolvi que, como meu antigo amigo costumava dizer, se não pode contra o inimigo junte-se a ele, claro que essa menininha não chega a "inimigo" estava mais pra empecilho mal resolvido, mas decidi aderir a essa tática, vai ser hilário fingir-me de boazinha. Sem perceber ri no meio da aula, mas ninguém notou, a não ser a tal menina. Ela sorri pra mim eu respondo sorrindo, sem mostrar demais os meus dentes brilhantes. Assim que acaba a aula a vejo caminha em minha direção, isso vai ser divertido.
   - Olá, meu nome é Juliet - Ela se apresenta, imagino que ela ou tem muita coragem, de vir falar com uma estranha, ou é muito burra. Estendo a mão e ela logo aperta, sinto seu braço se arrepiar com a minha pele fria e também vejo suas veias quase irresistíveis... Quase.
   - O meu é Melissa - Digo soltando minha mão da sua, esse foi um bom começo, realmente um bom começo.

-----------------------------------***********************----------------------

By: Meg

sábado, 22 de janeiro de 2011

A Menina


   Em baixo daquela árvore, se senta todo dia Catherine, se põe a ler um livro até o escurecer, quando se recolhe. Espera por alguém, alguém que não vai chegar, mas ela tem esperanças, todos os rapazes da cidade já flertaram com ela, ela os olha com indiferença, as vezes repara em alguém, os olhos brilhando de ansiedade, até ver o sujeito por inteiro então volta pra onde estava e por lá fica, seu rosto, apesar de tudo, não mostra dor, só paciência de um dia chegar, senta-se de baixo da árvore de novo e põe-se a ler...


Moral da história: Sonhe, deseje, mas corra atrás de seus sonhos, se não for possível correr e ter de esperar, viva enquanto espera, pois a vida passa e esse minutos que perdeu esperando seus desejos, não voltam.


By: Meg

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Estou sozinha...De novo


   Sento-me a beira do penhasco, aquela altura faz com que eu me sinta um pássaro, um livre e só pássaro, o sol está encoberto como se compartilhasse de minha solidão, o vento não para, á uma tempestade vindo, não me importa. Queria estar aqui só, não queria? Aqui estou eu, mas sinto que algo me falta, me falta quando estou lá com eles, me falta quando estou aqui só, o vento tenta me abraçar, mas se dissolve antes, uma lágrima escorre e logo varias estão rolando por meu rosto confuso, me deito nas folhas secas, agora feliz por estar sozinha, a chuva começa, mas não estou ligando, sinto falta de algo que não tenho... Amor

domingo, 16 de janeiro de 2011

Noite


Nos sons da noite me vejo sentada, parada. O unico som é o relogio, com seu som ritimico tambem ecoando nos barulhos da noite, me vejo sentada a esperar, essa noite de insonia passar, parece que a noite faz com o proposito de atormentar, um pedaço de papel e uma caneta estão na estante a meu lado, os peguei ascendi meu abajur e me escrevi:

Cara noite...
Noite que em dia se transforma.
 Noite, suja, que trás tristeza.
Noite,má, noite que dá medo.
Noite, perversa e mesmo assim,
tão simples. Noite o que á? O que será da noite?


frustrada, olho para o papel, pedindo uma explicação para a minha insoia, não achando volto a escrever furiosamente:


Nessa noite tão fria, ouço seus ruidos
noite má, eu nunca poderia ser mais má que tu
noite suja, mesmo que eu seja grosseira,
 nunca chegaria a ser, assim como tu és!
Mas conheço seus medos, mesmo que sejas más,
sujas, ou cruel ao ponto de me tirar o sono.
sei que terá que ceder, e quando esse ponto chegar
vamos as duas cair.
Quando tranformar-te em dia,
 estarei a mesma, má, suja e tão cruel como sempre
até você se reerguer e voltarmos a nosso amor / ódio.


Assim que escreve furiosamente, sente a noite ficar mais quente, mais fácil de se dormir, sente a noite então volta pro quarto, antes de dormir apenas diz: 

tú, pode seres a pior, tu pode seres a mais má, mas te amo

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Diario

Dia 2 - 23:00 p.m.

 Começo bem essa noite, ou mal.Como você preferir, estou sozinha de novo, quando estou só quero estar com alguém e quando tem todos a minha volta quero um tempo pra mim, nem posso chorar aqui, pois mesmo só daqui a pouco já a alguém ao meu lado, as mesmas perguntas ´´tudo bem?`` ´´foi atacada por um psicopata?`` ´´virou vampira?`` E pra todas á apenas uma resposta: sorrio e digo: - ´´Não, está tudo bem`` Por que é isso que devo fazer

As coisas que mais temo:
  1. A Morte
  2. - A Solidão

domingo, 9 de janeiro de 2011

Frase da noite


                     Nunca deixe uma paixão controlar a sua vida, mas viva apaixonadamente

Por que?


Cá estou eu presa em pensamentos, sentimentos
O que eu faço dessa vez? Quando você não me olha,
E de noite eu ouço a sua voz enquanto choro.
Fecho os meus olhos e peço um pouco de paz
Você sorri pra mim, e meu coração ri de volta
enquanto fujo...
O por quê de eu te amar, é um mistério até pra mim
E o pior, é que cada vez que você me despreza,
cada vez que meu coração sente que não é amado
ele te ama mais e mais, tentando mostrar-lhe o amor
Isso tudo é muito confuso, complexo.
Mas, mais que tudo, é doloroso, saber que não me ama
Eu não vou descançar, prometo.
Te amo.



By: Meg

Dificl essa...


Minha amiga Miyako Chan, pediu que eu respondesse esse singelo questionário de 42 perguntas, como é que eu faço isso se, nem eu me conheço... vamos lá

1) Qual meu objetivo mais pessoal?
R: Me tornar uma grande escritora como J.K.Rowling ou Stephenie Meyer =D


2) Que tipo de música você prefere?
R: Tocou eu to ouvindo... menos sertanojo, e pagode.


3) Tem alguma música em especial? Porque?
R: Last Friday Nigth, por que me deixa solta, me inebria sei lá.


4) Gosta de ver fotos?
R: Mais ou menos, não gosto de ver as muito antigas, por que tento não pensar no passado e também não gosto porque elas me lembram que se eu estou vendo a foto não posso tocar o meu objeto de saudade... Tá eu não gosto de fotos.


5) Qual foi o último filme que viu no cinema?
R: As crônicas de Nárnia e a viagem do Peregrino da Alvorada. 


6) Você é convencido? 
R: Bom... Sou só um pouco, pra certas coisas, as vezes eu mato os meus amigos de irritação, mas na maioria eu não sou tanto só, tenho auto estima, isso pode ser considerado?


7) Quais problemas mundiais te preocupam mais?
R: ... Basicamente, o caos em que o mundo se encontra hoje, me assusta, me faz refletir muito e as questões ambientais.


8) Até onde é capaz de ir por amor?
R: A todo e lugar algum


9) Gosta de ler?
R: Eu sou loucamente, incondicionalmente e irrevogavelmente apaixonada por livros.


10) O que achas muito romântico?
R: O simples fato de ser verdadeiro


11) O que você acha da homossexualidade?
R: Eu concordo com a Miyako, é uma escolha eu respeito.


12) Ainda faltam muitos sonhos para você realizar?
R: Há só um sonho... tá dois, que se eu um dia realizar...quebrarei todas as possíveis normas existentes para a felicidade.


13) Você é capaz de morrer por alguém?
R: Morro diariamente, cada decepção, cada ajuda que eu dou, mas no contexto da sua pergunta... não, o por que? É meio ridículo, mas se sem me arriscar diariamente eu já sinto medo da morte imagina assim, eu faria de tudo para impedir, mas eu não me jogaria na frente ao menos que fosse ele.


14) Você acredita em horóscopo? Porque?
R: Acredito que há gente que consiga ver esse tipo de coisa, algumas são fajutas, pois a maioria dos verdadeiros videntes e atroologos estão largados, escondidos ou presos em manicómios por ai, mas, claro acredito sim.


15) Você é organizado? 
R: Sou, as vezes deixo o meu canto bagunçado um dia ou outro, mas eu não aguento bagunça!


16) Você tem medo de andar de avião?
R: Eu nunca andei, já senti medo... ainda sinto se pensar em acidentes que são prováveis comigo, ai não me parece muito legal...


17) Gosta de Sol? Praia?
R: Não! Definitivamente, não! O sol me queima, me deixa muito vermelho, as praias são sujas e eu tenho... probleminhas com sujeira, e claro a alergia ao calor, eu fico LINDA na praia.


18) Você usa óculos?
R: Não


19) O que você faz sábados pela manhã?
R: Durmo, se por milagre eu acordar cedo, umas... 8:00 eu escrevo ou leio algo.


20) Você vê muita TV?
R: Que isso? Brincadeira! Mas, não eu quase não vejo TV.


21) Tens algum fetiche?
R: Bom... Eu não sei o que é isso, mas bem provavelmente não.


22) O que você mudaria no mundo?
R: Tiraria do mundo o dinheiro as armas e as pessoas que... não param, que quando estão.. motivadas a continuar uma traquinagem elas continuam, e por nada param... acho que foi por causa dessas pessoas que o homem aprendeu a matar, ou apenas inventaria uma bebida que apagasse eles por um tempo e depois eles voltassem calminhos.


23) Você é muito vaidoso(a)?
R: Gosto de me cuidar, mas só isso 


24) Você gosta de seus vizinhos?
R: Na verdade, na minha rua só tem criancinha de um lado uma de 6 do outro uma de 3 e na frente uns carinhas bacaninhas mais velhos.


25) Gosta de sopas?
R: É comida? Então não gosto.


26) A que horas você se levanta?
R: Durante as aulas: 7:00 - com muita dificuldade pra chegar as 7:30
E nas férias... Tarde



27) Partilhas teu quarto com alguém?
R: Só com o meu lado imaginário, meus cenários e meus livros, há claro se uma amiga for dormir lá em casa pode dormir no meu quarto.

28) Você é uma pessoa simples?

R: Sou.


29) Você tem boa memória?
R: Sim, lembro de tudo desde de quando tinha 2 anos, isso faz tempo...


30) Você vê desenho animado?
R: Não, só quando estou... Não é a palavra certa, mas... só quando estou dopada de manhã.


31) Tens jeito para escolher presente?
R: Não


32) Você já acampou?
R: já a primeira vez levei dois chutes no crânio uma pisada na barriga sem querer estava muito escuro


33) O que fazes nas suas férias de verão?
R: Fico com as minhas amigas, vou a livrarias, a cinemas e a cafés locais.


34) Sais a noite? Onde costuma ir?
R: Não, não saio


35) Primeira coisa que você lava no banheiro?
R: Ah? O-o, que pergunta a de ser essa?


36) Com quem você vai estar hoje a noite? 
R: Com os Deuses, os anjos, com a minha prima e... Mais alguém, talvez... Em um sonhos.


37) O que você vai fazer amanhã?
R: Só saberei, amanhã ao despertar.


38) Qual foi a última vez que você chorou?
R:  Ao despertar de um pesadelo terrível e constatar que realmente estava só.


39) Estação preferida? 
R: O inverno, gosto também do outono, a minha estação!


40) Alguma vez já bateu em alguém?
R: Quando eu era pequena, todos os meninos tinham medo de mim, perdi a conta em quantos eu bati, hoje eu sou muito diferente.


41) Qual foi a última pergunta que você fez?
R: "Que pergunta é essa?"


42) Diz o que te vier a cabeça:
R: To com sono


Blogs indicados para responder este questionário:


Cheia de uma atitude inesperada.
Palavras de Fato
O Mundo Sob o Meu olhar
O que um Coração sente e o olhos retratam, as mãos escrevem.
Artista da moda
Canto dos livros

contrários


A menina sozinha só queria um irmão
do outro lado, o menino sozinho só queria uma irmã
os dois nunca chegaram a se encontrar,
mas os dois sempre brincavam juntos, e ninguém sabia como
um dia o menino crescido saiu de casa
um dia a menina crescida foi morar fora
os dois se procurando mais assim juntos
sempre separados pelo mundo 
esses dois contrários vagaram pelo mundo
sempre vistos sozinhos, mas só eles sabiam de sua metade
só eles podia ver, nunca sozinhos, nunca abandonados...

Meu Hobbie se tornou vicio



Eu ainda não sei se isto é só um hobbie. Em todo o lugar que estou, olhando para o quer que seja, minha mente tem novas ideias. E eu tenho que colocá-las no papel para esvaziar minha cabeça. Mas logo surgem outras, e outras. Eu amo fazer isso! 
Escrevendo, sinto-me flutuando no universo das palavras. Meus desejos, sentimentos, segredos, desilusões, problemas... Todos eles somem! Dizem-me que tenho que controlar minhas mãos. Mas o problema não é delas, elas só obedecem a minha mente.
Acho que meu hobbie está virando um vício.
Eu preciso escrever a todo e qualquer momento. Se não, não me sinto bem.
Mas de qualquer modo, as ideias nunca irão parar de aparecer dentro de mim. E sempre terei de descaregá-las numa folha branca de papel. Independente de qualquer coisa, eu amo escrever e quero fazê-lo para sempre!


ps: esse texto foi produzido por Amanda, do blog www.primeiro-livro.com eu havia começado uma coisa muito parecida e esse texto foi tudo que eu não conseguia demonstrar, achei que tinha a obrigação de dizer que era exclusivamente dela e que eu só estou mostrando, plagiar é crime! =D


BY: Meg

sábado, 8 de janeiro de 2011

Meu lugar no mundo



   Aquele lugar estranho, o qual eu sempre me perco, tropeço, tenho duvida, aquele lugar, com meus amigos e aquele que eu amo. Aquele lugar escondido, no qual eu caio, mas eles só me ajudam a levantar e me comparam com qualquer heroína de livro desastrada, esse lugar, o meu lugar, diria, é muito parecido com o qual eu me encontro agora... só nesse mês... Me vejo incluída, amiga, amada, feliz! Mas.. há algo que não está certo, um tempo só pra mim, aquela minha cidade chuvosa e as risadas da minha sala, sei lá, por que eu teria saudade, de um tempo triste como aquele? Por que de repente, aqui e lá são meus lugares e mesmo assim não são os meus lugares, será que existe uma balança, pra felicidade? Com o tempo talvez eu entenda, por que, lá é o meu lugar, o lugar em que conheço todos, mas não me incluo, o lugar frio e sem amor no qual eu amo desesperadamente, e aqui... Ah... Aqui, o meu lugar de paz, sol e calor, aqui todos me amam e me querem bem, então por que e sinto infeliz nesse pequeno paraíso? Por que quero correr com as pessoas daqui pra aquele lugar sombrio? Quando estou lá lembro da alegria daqui, mas quando aqui estou não consigo me lembrar, a saudade é imortal, isso já disse meu sonho, se mata-la de um lado, ela irá se vingar de você do outro. Saudade, tristeza, eu sentia lá, saudade, tristeza, eu sinto aqui, e a alegria eu descobri, que ela te acompanha é só você prestar atenção nela. O que será de mim ao final desse mês? O que será de mim afinal? Onde é o meu lugar nesse mundo?


BY: Meg


Se você juntar todas as letras em vermelho, terão a tradução do que á escrito na imagem do post
 =D

Diario

Dia 1 - 1:34 a.m.
Começo a "noite" bem Três
coisas que pretendo fazer hoje: 
  1. - Acordar antes do almoço 
  2. - escrever mais 3 posts para, compensar o tempo que eu não   postei 
  3. - parar a dor de cabeça  

domingo, 2 de janeiro de 2011

As vezes...


   As vezes na vida, você tem que deixar as pessoas partirem, as vezes você tem que manter a cabeça vasia e as lágrimas contidas, por que você faria a outra pessoa hesitar em seguir, as vezes quando você fica "sozinha" em algum lugar, e parece que nada nem ninguém pode te ajudar, talvez seja você mesma a se ajudar. Seguir em frente, brincar de ser gente, você vê que melhora a tristeza, ela não passa, mas melhora, ficar sozinha as vezes pode ser sinonimo de paz, e as vezes é!. No meus caso é sinonimo de tristeza, as vezes também eu preciso de um tempo a sós comigo mesma, pra pensar refletir, mas na maioria do meu pouco tempo a solidão é o pior tipo de castigo que pode existir. As vezes é preciso partir, ficar, ir. As vezes é necessário...